Entre as várias razões que contribuem para que um projeto não atinja seus objetivos destaca-se a falta de visibilidade a médio e longo prazos. Sem essa visibilidade, muitas organizações não são capazes de saber quais serão suas necessidades daqui a 6 meses, o que resulta em um planejamento de projeto que não contempla algumas dependências críticas, como por exemplo a necessidade de um treinamento específico ou alocação mais efetiva de recursos.

Enquanto desenvolver um programa de melhoria nos processos possa ser caro, e nem sempre os benefícios (melhores time-to-market, produtividade e qualidade) alcançados justifiquem os custos de investimento, estabelecer um escritório de gerenciamento de projetos pode ser o primeiro passo para garantir um melhor custo-benefício em implantar melhores práticas no gerenciamento de projetos, programas e portfolios, acelerar o time-to-market e introduzir melhoria contínua de uma maneira “cost-effective”.

O que é preciso para iniciar um escritório de gerenciamento de projetos (PMO):

  • determinar quais são as necessidades/ambições da sua organização;
  • determinar a maturidade da sua organização;
  • estabelecer um planejamento de métricas;
  • elaborar um plano de desenvolvimento para o PMO;

 Nos próximos post discutirei cada um desses 4 tópicos para o “start up” de um PMO.

Saudações, Marcelo Camera

Anúncios