Lições Aprendidas – Parte 2/4

Link para Parte 1/4

Elaboração Progressiva

No PMBoK existe a seguinte frase: “Devido ao potencial de mudança, o plano de gerenciamento do projeto é iterativo e passa por uma elaboração progressiva no decorrer do ciclo de vida do projeto….”.

Realmente, as palavras “iterativo” e “progressiva” foram bastante utilizadas durante o projeto. Manter tudo atualizado, com o ritmo de mudanças constantes, também foi um grande desafio. Como os requisitos (originais) não estavam totalmente ‘estáveis’, havia muita demanda direcionada para o requisitante (e sponsor) do projeto de modo a esclarecer detalhes sobre as implentações a serem executadas.

Depois de realizado todo o trabalho de planejamento do escopo ‘original’, vieram as solicitações de mudanças, com incremento de escopo.

Aqui, o controle do escopo do projeto e das mudanças aprovadas também foi fator essencial para garantir que tudo (e somente) fosse implementado.

Fast tracking e Crashing

Estas foram duas práticas bastante utilizadas durante o projeto. Praticamente todas as atividades foram executadas em paralelo. Simultaneamente à elaboração dos estudos e propostas de implementação, ocorriam também atividades de desenvolvimento (codificação), de testes funcionais e de testes sistêmicos (de validação). A possibilidade de retrabalho deixou de ser um risco e passou a ser um item de monitoramento constante.

Para esta atividade, um aspecto que mostrou-se bastante efetivo foi a definição de uma coordenação técnica central, que foi demandada intensivamente para manter as áreas com implementações dependentes informadas e alinhadas quantas as atualizações necessárias de modo a evitar incompatibilidades.

Abraço,

Giovani Faria

Continuação: Lições Aprendidas – Parte 3/4

Anúncios