Todo mundo concorda que “trabalho em equipe” é crucial para o sucesso do negócio – mas poucas pessoas se preocupam em definir o que é “trabalho em equipe” nem tampouco quais características e princípios são essenciais para que um time possa superar até mesmo os desafios mais difíceis.


A observação dessas características traduz o que definimos de um time de projeto extraordinário.

1. Times Extraordinários têm um líder
Independentemente de saber se os membros do time de projeto são de uma mesma área ou são selecionados dentre várias áreas da organização, sempre deve haver um líder do time de projeto designado e reconhecido. Mesmo que o líder do time precise de todos do time para entregar o resultado, o líder do time – não o time – é responsável por esse resultado.

2. Times Extraordinários têm metas quantificáveis
O trabalho em equipe exige que cada membro do time saiba exatamente o que é exigido da time. Esse senso de exatidão só é possível quando os objetivos do time de projeto possa ser medido objetivamente – o que significa que as metas devem ser quantificáveis.

Por exemplo, o objetivo de “construir um melhor relacionamento do cliente” é de vago sentido, sendo pouco mensurável. Por outro lado, “Diminuir o tempo de entrega em 50%” é preciso e compreensível, portanto mensurável.

3. Times Extraordinários têm papéis bem definidos
Cada membro do time de projeto deve saber exatamente o que ele deve fazer no dia-a-dia para que o time de projeto alcance seus objetivos. Sem essa clareza, os membros do time podem trabalhar com objetivos opostos e concorrentes uns aos outros.

4. Times Extraordinários compartilham recursos
Para um time de projeto ser bem sucedido, os membros devem estar dispostos a compartilhar os recursos que eles controlam e que são necessários para que todo o time de projeto atinja o seu objetivo. Estes recursos podem ser materiais (equipamentos, materiais, mão-de-obra, etc) ou não-materiais (como idéias, sugestões, incentivo e até entusiasmo).

5. Times Extraordinários se comunicam de forma eficaz
Dependendo dos objetivos e prazos, os times de projeto devem reunir pelo menos uma vez por semana, e mais frequentemente, se necessário. Mais importante, a comunicação do time deve ser trabalhada (ou refeita, se necessário) para que cada membro do time compreenda o que está acontecendo – e, talvez mais importante, o que se espera dele antes da próxima reunião.

6. Times extraordinários são 100% comprometidos
Compromisso se expressa através da consistência, principalmente no comportamento dos membros do time de projeto. Eles estão dispostos e aptos para fazer aquilo que precisa ser feito para atingir as metas do time de projeto.

7. Times extraordinários desencorajam os grandes egos
Ter o ego forte é uma coisa boa em muitas situações, mas não dentro do time de projeto. Para que um time opere de forma eficaz, cada membro do time deve manter seu ego sob controle e tornar as metas do time mais importantes do que as metas individuais – ou do que as suas contribuições individuais. Num time de projeto não deve haver o papel do herói ou do salvador da pátria.

É necessário dizer que esses “hábitos” não surgem automaticamente. O Gerente de Projeto deve ser o responsável por promover esse tipo de cultura que ajuda no desenvolvimento dos times de projeto – times fundamentados nesses hábitos são muito mais propensas a ter sucesso do que os times que só se reúnem periodicamente e ficam esperando do céu que o melhor aconteça.

Marcelo Camera

Anúncios