Em momentos de Crise Híbrida, Congresso Internacional apresenta tema sobre a

Conservação e Preservação de Nascentes

Diversas regiões do país sofrem com a crise de escassez de água. O Mau uso dos Recursos Naturais somado à falta de prioridade de políticas públicas trouxe uma situação insustentável de recursos básicos de sobrevivência e em alguns casos, irrecuperável.

Nessa ideia, torna-se foco a Gestão Pública Integrada, que desenvolve ações de conservação e preservação de Áreas de Proteção Ambiental (APA), tendo caráter preventivo e punitivo diante da degradação ambiental.

Pensando na relevância desse tema para a sociedade atual, o Congresso Internacional Six Sigma Brasil, que ocorrerá nos dias 20 e 21 de maio de 2015, traz à tona o tema apresentado por Jailton José dos Santos, Superintendente de Logística e Suprimentos da Companhia de Saneamento de Alagoas: Gestão Pública Integrada: Conservação e Preservação de Nascentes.

A palestra pretende abordar como Estudo de Caso a região de preservação ambiental de Catolé, localizada em Maceió/AL e, que vem sendo alvo de degradação ambiental que reflete em consequências trágicas para as nascentes, além de provocar o início da escassez local de água.

“A Gestão Integrada visa à manutenção e à preservação dos recursos hídricos locais, que darão oportunidade de preservar a fauna e a flora da referida APA, tendo como objetivo geral de promover o reforço da fiscalização ambiental, por meio do levantamento das ocorrências encontradas na área da APA/Catolé e atendidas pelo BPA. Assim, os crimes ambientais combatidos com o Programa de Cooperação são: desmatamento, queimadas, manutenção de animais silvestres em cativeiro e crescimento desordenado da urbanização no interior da APA, acúmulo de lixo e outros”, comenta Santos.

Segundo ele, as práticas com a Gestão Integrada buscam bloquear significativamente as ações de degradação ambiental naquela APA. “O gratificante é a consciência gerada por um processo de preservação ambiental, em todo o contexto que envolve os recursos hídricos, seja no solo, na floresta, nas nascentes, nos mananciais, e com particularidade o envolvimento dessa gestão para constituir também um espaço para aplicar uma didática pedagógica voltada para a Educação Ambiental”, comenta.

O profissional acredita que o evento oferece a oportunidade de apresentar as inovações de gestão pública e privada e, devido ao tema atual e latente, as empresas brasileiras podem e devem ter participação de forma a buscar novas alternativas junto com o governo federal para que se inicie um processo de parcerias com a gestão integrada.” Cuidar do meio ambiente não é moda é uma necessidade, e especialmente cuidar das nossas nascentes”, finaliza Santos.

Para saber mais sobre o evento, acesse: http://www.leansixsigma.com.br/congresso/.

Serviço:

VII Congresso Six Sigma Brasil 2014

Local: Centro Universitário Senac – Santo Amaro

Av. Eng. Eusébio Stevaux, 823

Santo Amaro – São Paulo – SP

Dias 20 e 21 de maio de 2015

Inscrições pelo site: http://www.leansixsigma.com.br/congresso/.

Anúncios