Este post, originalmente no link: https://www.linkedin.com/pulse/10-comportamentos-que-aceleram-sua-carreira-mariane-santiago, da Mariane Santiago é uma reflexão muito interessante que, no meu ponto de vista, merece a leitura e prática.

10 Comportamentos que Aceleram a sua Carreira

10comportamentos

Hoje o que mais se vê é gente correndo por aí se matando para fazer um MBA para alavancar a carreira e alcançar sucesso.

E outros tantos profissionais são descartados por que não tem títulos suficiente.

Mas quando você pensa no melhores profissionais com quem já trabalhou, pensa no títulos e certificados dessa pessoa, ou em sua interação e comportamentono ambiente profissional?

O empresário fundador do grupo Virgin, Richard Branson, disse que quando ele contrata, ele foca primeiro na personalidade do candidato e deixa por último as graduações e títulos.

Às vezes é difícil reconhecer as melhores características de um bom profissional, porque são intangíveis por natureza. Mas percebemos pela maneira como a pessoa interage com os colegas de trabalho e clientes ou pela sua resposta emocional para sucessos e desafios.

E são essas habilidades sociais que determinam se um profissional vai prosperar ou não no local de trabalho.

Recentemente tenho lido sobre habilidades comportamentais úteis no nosso dia a dia, e compilei as que mais ressoaram comigo (eram tantas que nem sabia por onde começar).

Aqui vai 10 comportamentos que aceleram a sua carreira.

  1. Sorria! É interessante ver como nós automaticamente devolvemos o sorriso que alguém deu. Além do mais, você fica muito mais bonita(o)e com cara de bem-sucedido.
  2. Faça perguntas. Mostre interesse genuíno na vida e nas experiências da outra pessoa. Outra coisa que você pode fazer é fazer deles o perito. “Me explica como funciona isso?”. Dá um boost no ego da pessoa.
  3. Escute ativamente (ensinamos no nosso treinamento de vendas consultivas). A escuta ativa em 4 passos resumidos é : Escute (preste atenção, pare o que está fazendo). Interprete (faça perguntas para esclarecer, veja a linguagem corporal). Avalie (mas não se precipite numa opinião) . Responda (dê algum tipo de feedback).
  4. Permita o silêncio em suas conversas. Não fique repetindo explicações para tentar preencher cada instante de silêncio. Pausas são muito poderosas e te tornam mais persuasivo e confiante
  5. Sabe quando alguém está contando uma história e é interrompido no meio da história? Bem, peça para ela para continuar. “Ei, por favor continue sua história sobre o passeio de barco. A última coisa que você disse é que viu uma baleia e, daí, alguém te interrompeu. Quero  ouvir o resto.” Ninguém gosta quando suas histórias são interrompidas. Fazer isso  lhes dá a sensação de que são apreciados e ouvidos. Faz bem ouvir isso.
  6. Lembre-se do nome das pessoas. Você não gosta quando se lembram do teu nome? (Eu gosto!) A maioria das pessoas diz que são terríveis em lembrar nomes. Mas é uma habilidade que pode ser aprendida. Peça para a pessoa para repetir o nome, e durante a conversa chame-a pelo nome algumas vezes. Assim nosso cérebro tem mas chances de gravar  o nome
  7. Quando alguém te contar uma história, resista a tentação de contar a sua história em seguida (especialmente se a sua for melhor). Em vez disso, aprecie o momento e diga: “Uau, isso é legal!
  8. Agradeça com frequência. Peça com um “por favor”. Use e abuse das palavrinhas mágicas
  9. Pare de reclamar. Ninguém aguenta quem que não para de choramingar e reclamar sobre tudo: trabalho, salário, família, corpo, situação politica. Reclamação constante repele as pessoas (e você ainda fica com cara de perdedor). Quando sentir vontade de  reclamar, mude o canal
  10. Sempre tente deixar tudo em melhores condições do que você encontrou. Escritórios, sala de reuniões, quartos de hotel, e também, o coração das pessoas. Depois de cada interação, pergunte a si mesmo: “Eu deixei essa pessoa em melhores condições do que eu encontrei? Eu inspirei, capacitei? Animei? Será que eu a fiz rir? Amei e apoiei? (Adorei esta ideia)Como em qualquer verdadeira habilidade, a maestria das habilidades comportamentais (soft skills) vem com a prática ao longo do tempo.

    Essa semana eu escolhi praticar a Pausa (se você me vir falando incessantemente, me lembre 🙂) Escolha você também uma para praticar conscientemente essa semana.

Anúncios