Claro que é bom receber um Feedback bom, como reconhecimento de seu empenho.

Mas, como nem sempre isso acontece, que tal tirar proveito da situação para um feedback duplamente bom na próxima oportunidade?

feedback-4

Durante rodadas de avaliação observei o comportamento das pessoas quando recebiam um feedback ruim. De modo geral, existe uma tendência das pessoas em se proteger, contestando a avaliação e procurando ‘desculpas’. Ainda que este comportamento seja compreensível uma vez que esta avaliação ruim implica, naturalmente, no adiamento de uma esperada promoção ou de aumento salarial por mérito; é bom procurar tirar algum proveito da situação.

Temos uma tendência de avaliar a situação sobre um ponto de vista único, o nosso. Este ponto de vista, dentro de certas condições, está plenamente correto. Porém, quando ampliamos as perspectivas, e tentamos nos observar sob pontos de vista diversos (dos nossos pares, superiores e subordinados), a situação costuma mudar bastante.

Antes de continuar, vamos considerar que Feedback são baseados em expectativas (que são intrinsecamente pessoais) e metas (que podem ser objetivas ou subjetivas). Assim, um bom processo de feedback envolve clareza nas expectativas e coerência no estabelecimento de metas.

Mas, voltemos ao tópico desse posto, que trata do que fazer com Feedback ruim. Então, dentro de um processo 360 graus, as possibilidades são:

Feedback ruim vem de um par

  • Quem: Esta avaliação ruim pode de uma pessoa com a qual você trabalha, ombro a ombro, para a entrega de um projeto.
  • Por que: Alguém que tenha um nível júnior pode ter a expectativa de que alguém com mais senioridade o auxilie melhor no desempenho de sua função.

Feedback ruim vem de um subordinado

  • Quem: Aquela pessoa (ou grupo) que está hierarquicamente conectada a você.
  • Por que: Estas pessoas (ou grupos) contam com seu suporte para desempenhar seu trabalho, para direcionar seus esforços, para crescer e contribuir com a organização. Além disso, esperam que você saiba informações organizacionais que possam ser importantes para elas.

Feedback ruim vem de um superior

Provavelmente a pior fonte de um feedback ruim, já que influencia de forma mais contundente sua avaliação.

  • Quem: Seu superior, responsável por estabelecer com você as expectativas e metas para seu cargo/função.
  • Por que: Esta pessoa conta com seu suporte para garantir que as metas de projetos e organizacionais sejam atingidas. Além disso, deve monitorar sua atuação frente aos desafios propostos à você.

Finalmente, o que fazer com estas possibilidade de feedback ruim?

  • Absorva o feedback e, inicialmente, considere que ele está correto
  • Obtenha o máximo de informações possíveis para compreender melhor as motivações por trás dele
  • Avalie sua atuação procurando observar-se sobre o ponto de vista (e expectativas) do outro (par, subordinado, superior)
  • Trace um plano pessoal para contornar a situação
  • Monitore suas ações e peça Feedbacks (tanto quanto possível) para ir ajustando o curso das ações

 

Giovani De Faria (Post Linkedin)

Anúncios