Quais são as competências essenciais para um Gerente de Projetos?

O que os guias e referências trazem como indicação das habilidades necessárias para o exercício efetivo dessa atividade?

Para responder a estas perguntas apresento a seguir o resultado de uma pesquisa sobre como alguns guias de referência e autores tratam o assunto das competências e habilidades para os Gerentes de Projetos.

competences

Uma publicação interessante do PMI, o PMCD (Project Manager Competency Development), traz a seguinte definição relacionada a atividade de gerenciamento de projetos:

“Gerentes de Projetos competentes aplicam consistentemente seus conhecimentos em gerenciamento de projetos e comportamentos pessoais para aumentar a probabilidade de entregar projetos que atendam aos requisitos dos ‘stakeholders’. Gerentes de projetos trazem juntos conhecimentos, habilidades, características pessoais e atitudes focadas na entrega de um projeto”

Adicionalmente, o PMCD lista as seguintes competências pessoais para o Gerente de projetos:

  • Comunicação
  • Liderança
  • Gerenciamento
  • Habilidade Cognitiva
  • Efetividade
  • Profissionalismo

Já o PMBoK, que dispensa apresentações, traz os seguintes comentários sobre o Gerente de Projetos:

“O Gerente de projetos é a pessoa designada pela organização executora para atingir os objetivos do projeto”

Adicionalmente, o PMBoK traz também que o Gerente de projetos:

  • concentra-se nos objetivos especificados do projeto
  • controla os recursos atribuídos ao projeto para atender da melhor forma possível aos objetivos do projeto
  • gerencia as restrições (escopo, cronograma, custo e qualidade)

E conclui que, para um gerenciamento eficaz faz-se necessário Conhecimento em gerenciamento, Desempenho na aplicação desse conhecimento e Competências Pessoais que tratam do comportamento na execução do projeto.

Embora apresentadas de maneiras um pouco diferentes, tanto no PMCD como no PMBoK, nota-se que o aspecto pessoal tem relevância fundamental no perfil do Gerente de projetos. E também, que a performance (efetividade e desempenho) tem posição de destaque.

Ampliando um pouco mais a pesquisa, Kerzner traz uma lista de 10 habilidades necessárias ao Gerente de Projetos. Novamente, as habilidades pessoais de misturam com as competências técnicas em gerenciamento:

  1. Construção de Equipes
  2. Liderança
  3. Resolução de conflitos
  4. Competência Técnica
  5. Planejamento
  6. Organização
  7. Empreendedorismo
  8. Administração
  9. Suporte Gerencial
  10. Alocação de Recursos

Em outra fonte de consulta, Referencial Brasileiro de Competências em Gerenciamento de Projetos, da ABGP (Associação Brasileira de Gerenciamento de Projetos), associada do IPMA (International Project Management Association); além de competências relacionadas a procedimentos e métodos, gerenciamento geral e competências organizacionais, incluem-se também um conjunto de atitudes pessoais que compreendem:

  • Comunicação
  • Initiativa
  • Auto-controle
  • Integridade
  • Resolução de conflitos
  • Pensamento holístico
  • Lealdade, solidariedade
  • Liderança

Fazendo uma análise e comparação entre as diferentes referências, nota-se que elas trazem forte conteúdo relacionado às habilidades técnicas e pessoais para o exercício da função.

A dosagem correta de cada uma dessas habilidades, em cada momento e circunstância específicos do projeto, serve como um importante fator de diferenciação do profissional em gerenciamento de projetos.

E, no ambiente cada vez mais competitivo e exigente, onde o mercado busca profissionais dinâmicos e empreendedores, o Gerente de Projeto também precisa:

  • Motivar
  • Gerar conhecimento
  • Relaciona-se com pessoas
  • Criar e Inovar

Em resumo, o grande desafio do Gerente de Projetos é o de Agregar Valor para os Projetos e para a Organização. E isto pode ser alcançado, entre outros, através da busca da excelência, melhoria contínua, inovação em métodos e processos e disseminação de conhecimento.

Giovani De Faria

Anúncios